Real time web analytics, Heat map tracking

Entre 8 e 15 de março vão passar pela Academia Almadense, no âmbito da 3.ª edição do CineEco, realizado em outubro de 2018, em Seia, alguns
dos melhores filmes sobre ambiente. Além da exibição de 11 documentários, estão previstas outras iniciativas como a exposição de banda desenhada Para Um Planeta Melhor..., da autoria de Mara Mendes. O CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, é o único festival de cinema em Portugal, e dos mais antigos do mundo, dedicado à temática ambiental. É ainda um dos fundadores da plataforma internacional Green Film Network, que congrega 40 festivais internacionais de cinema ambiental.

PROGRAMAÇÃO
(Entrada gratuita limitada à lotação da sala)

Dia 08 | 18 :30 H | Auditório 2
Titulo: As Pequenas Galochas Amarelas
Realizador(s): John Webster
Sinopse: 
E que diferença uma pessoa pode fazer neste mundo? Estas são as questões universais que preocuparam John Webster nesta carta cinematográfica pessoal para a sua bisneta Dorit, uma menina que nascerá na década de 2060, e cujas galochas amarelas vão andar por um litoral muito diferente daquele que conhecíamos. Uma história que une o passado, o presente e o futuro num documentário emocionante e promissor sobre o poder que cada um de nós tem, para fazer a diferença e mudar o mundo.

DIA 09 | 15:30 H | Auditório 2
Título: Ponto Sem Retorno
Realização: Noel Dockstader & Quinn Kanaly
Documentário
Sinpose:
A história por detrás do mediatismo do que é necessário para que dois pilotos suíços e uma equipa de engenheiros realizem um dos mais ambiciosos feitos da história da aviação: pilotar por todo o mundo, um avião experimental movido a energia solar, para provar o potencial da energia limpa.

DIA 09 | 21:30 H | Auditório 2
Título: Com Vista Para o Lixo
Realização: Salvo Manzone
Documentário
Sinopse:
Ao regressar a Palermo, o realizador encontra um depósito ilegal na frente de sua janela. Para ele, torna-se uma obsessão como o assassinato de Jeff no filme de Hitchcock e a metáfora de um mundo cheio de lixo. Ele marca o início de uma investigação que o leva a descobrir a solução: Desperdício Zero.

DIA 10 | 15:30H | Auditório 2
Título: Floresta Eterna
Realização: Evgenia Emets
Documentário filmado em Gois, Lousã e Arganil,
Sinopse:
Floresta Eterna retrata a questão do desmatamento em Portugal e o relacionamento humano com a floresta. Inclui 12 entrevistas com portugueses e estrangeiros que vivem da terra na região, algumas das quais foram afetadas pelos incêndios de outubro em Gois. O documentário faz parte de um projeto maior, que aconteceu em Gois, entre maio e junho, com uma exposição de obras visuais e uma experiência sensorial numa das florestas locais que ainda se consegue encontrar, não ardida.

DIA 11 | 18:30H | Auditório 2
Título: Utopia Revisitada
Realização: Kurt Langbein
Documentário
Sinpose:
Pessoas em todo o mundo procuram alternativas para além do capitalismo desenfreado, que, inerentemente, produz pessoas incrivelmente ricas, por um lado, mas incrivelmente pobres, por outro. Existe algum modelo para uma sociedade mais justa?

DIA 12 | 15:30H | Auditório 2
Título: Didi Contrator - Casando a Terra com a Arquitectura
Realização: Steffi Giaracuni
Documentário
Sinopse:
Nas últimas duas décadas, Didi Contractor tem implementado, com paixão, as suas visões arquitetónicas no noroeste da Índia, no Vale do Kangra, nas colinas dos Himalaias, combinando as tradições rurais com os materiais modernos. Este documentário poético apresenta-nos as suas criações: casas construídas de barro, bambu, ardósia e pedra de rio, em homenagem ao seu ambiente natural. Aos 86 anos de idade, a arquitecta Didi Contractor esboça e projeta com uma precisão exata, edifícios económica e ecologicamente sustentáveis, iluminados e bem ventilados.

DIA 13 | 15:30H | Auditório 2
Título: A Arca de Anote
Realização: Matthieu Rytz
Documentário
Sinpose:
O que vai acontecer quando um país inteiro for engolido pelo mar? As ilhas de Kiribati (100 mil habitantes) são uma república do atol do Pacífico, que vai ficar submersa nas próximas décadas devido às mudanças climáticas. Este filme aborda esta questão e o que está a ser preparado pelas organizações internacionais e,
sobretudo, pelo seu presidente Anote Tang, que procura defender o seu povo, uma cultura de 4000 anos e fazer migrar, com a maior dignidade, uma nação inteira.

DIA 13 | 21:30H | Auditório 2
Título: Até à Última Gota - A Guerra Secreta na Europa
Realização: Yorgos Avgeropoulos
Documentário
Sinpose:
Este filme segue o dinheiro e os interesses corporativos em treze cidades de seis países da União Europeia, durante um período de quatro anos. É um documentário
sobre a questão da água, mas que reflete os valores europeus contemporâneos e a qualidade da atual democracia europeia.

DIA 14 | 15:30H | Auditório 2
Título: (A)Social - 10 Dias Sem Telemóvel
Realização: Lucio Laugelli
Documentário
Sinopse:
Com aparente leviandade e, explorando com originalidade e inteligência a fórmula dos reality shows televisivos, (A)Social chega a algumas conclusões interessantes. Por um lado, mostra que, num espaço de tempo relativamente curto, a dependência dos meios de informação e dos seus acessórios (redes sociais e aplicativos), difundiu-se e consolidou-se na sociedade contemporânea. Por outro lado, destaca como a perceção do espaço e do tempo e dos eventos reais está ligada ao uso de dispositivos móveis.

DIA 15 | 18:30H | Auditório 2
Título: Os Padrões do Oceano
Realização: Hendrik S. Schmitt
Documentário
Sinopse:
Este filme acompanha pesquisadores na Indonésia para descobrir por que é que as populações de raias estão em perigo em todo mundo. Mergulhadores com  câmaras subaquáticas e mesmo as pessoas que vivem longe do mar, podem ajudar a salvar esses icónicos gigantes oceânicos da extinção.

DIA 15 | 21:30H | Auditório 2
Título: Rios que Voam
Realização: Aurélien Francisco Barros
Documentário
Sinopse:
Do coração da floresta tropical amazónica, aos nossos laboratórios europeus, climatologistas, biólogos e químicos estão a explorar e a começar a entender um mistério: o papel central das florestas na formação das nuvens. Imagens espetaculares ilustram uma forte mensagem ecológica e apelam à consciência do perigo que o desmatamento representa para o mundo.